nome para sua startup

7 dicas para dar o primeiro nome para sua startup

É normal pensar que começar uma startup é a mesma coisa que abrir uma empresa e, por causa disso, surge um pouco de ansiedade para escolher o nome para sua startup. Na verdade a startup é um projeto. Ela começa com uma ideia que vai ser desenvolvida e ao longo de muito trabalho pode virar uma empresa ou não. Somando-se a isso, ela poderá ter sucesso como negócio ou não, também.

Uma característica de um projeto é que ele deve seguir uma metodologia. Acrescenta-se também que em cada projeto uma metodologia funciona melhor. Some-se a isto que dependendo de onde você está desenvolvendo seu projeto e quem é seu orientador, mentor ou acelerador, o método pode mudar muito.

Enfim, a startup logo no seu início não passa de uma ideia e ao longo do processo de seu desenvolvimento precisa de um nome para chamar o projeto.

Sendo assim, como todo projeto, a sua startup precisa de um nome inicial. Não precisa ser algo muito imponente ou que traga conceitos de marketing. Mas, depois de algum tempo é normal que você mude o nome do seu projeto para ser o nome que sua startup terá.

Do ponto de vista psicológico é bom ter um nome que já lembre o que você está construindo, mas nada impede que seja uma sigla ou algum nome que poderá ser seu nome de marca depois.


7 dicas de nome para sua startup

Seguem algumas dicas para criar um nome de projeto que irá virar uma startup.

  1. Prefira nomes curtos, fáceis de lembrar e fáceis de soletrar. Isso porque você vai usar esse nome muitas vezes e, talvez, terá que apresentar sua startup um dia para investidores e você gostaria que o nome da sua startup fosse lembrado depois
  2. Tente ser original. Não precisa ser algo chato, tente brincar com as letras e palavras, quem sabe até dando algum duplo sentido positivo para o nome. Veja o exemplo da NewisCool. Esse nome se traduz como “novo é legal”, mas quando se fala lembra “nova escola”. Com certeza a empresa tem um pouco das duas coisas.
  3. Se já estiver pensando que esse nome de projeto possa vir a ser o nome da sua startup, procure saber se já não está registrado. Consulte esse nome entre as marcas nominativas no INPI patenteadas para ver se é possível pensar em registrar a marca desde o início.
  4. Procure na internet para ver se já não existe um outro uso informal, quero dizer, sem registro, já em uso. Pode ser que você encontre até um site e uma empresa com esse nome e não seria bom ser confundido desde o início com um outro negócio já existente.
  5. Tente usar nome que façam sentido emocional com você e seu time. Nomes fracos não ajudam a motivar.
  6. Apresente o nome para pessoas próximas e peça opinião sobre ele. Por exemplo, uma vez me pediram opinião sobre dar o nome de Ice Day para uma sorveteria. Imediatamente pensei que a pessoa estava brincando pois ouvi e vi o nome exatamente como ela falou: ai se dei… Por sorte, ela desistiu do nome.
  7. Não tenha medo de mudar o nome, com o tempo você vai confirmar que o nome bom é bom, mas um nome ruim pode tornar-se excelente se a empresa realmente decolar. Já notou como tem nomes de empresas importantes que são muito feios?

Pense bem, mas não muito

Creio que essas dicas valem a pena porque o início de uma startup já inclui muitas dúvidas e esse não deve ser um item que cause grande angústia, basta dar um nome e quanto mais simples for essa decisão, melhor vai ser.

Existem, na internet, muitas outras dicas para dar nome a um projeto, mas essas foram as mais diretamente ligadas para abrir uma startup. Espero ter ajudado um pouco.